Apesar da confusão do roteiro, ‘Vai Que Cola – O Filme’ cumpre sua função, que é fazer rir

‘Vai Que Cola’ é o típico filme que não vai agradar todo mundo nos cinemas, e vai gerar algumas críticas negativas. Com um elenco muito bom e uma história mediana, o longa tem como ponto alto os personagens de Paulo Gustavo, Samantha Schmutz e Marcus Majella, que apesar de serem excelentes atores, precisaram carregar em estereótipos para gerar piadas. Já ponto negativo forte é a bagunça do enredo que parece em poucas horas dar destaque a todos os personagens de uma forma confusa e sem sucesso.

Na minha opinião, o filme, que é fruto da série de mesmo nome, é engraçado e faz você rir, é uma boa atração para ver com amigos e merece uma continuação. Porém, é nítida a confusão de tantas histórias dentro de uma trama, deixando personagens como os da Fiorella Mattheis e do Fernando Caruso completamente descartáveis. Por outro lado, Samantha Schmutz e sua Jéssica, Majella e seu Ferdinando, protagonizam momentos hilários dentro do longa metragem, e Paulo Gustavo, é Paulo Gustavo, porque tem horas que ninguém nota que ele é Valdomiro, até pela quantidade de vezes que ele se dirige ao telespectador (o que foi uma excelente sacada). Já Cacau Protásio poderia ser melhor aproveitada no filme, sua personagem e interpretação tinha potencial o suficiente para mais. Só que como quiseram emplacar milhares de histórias dentro de uma só, alguns bons personagens perderam espaço.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ztrImAqGquI]

Enfim, com o roteiro mais bagunçado que a própria pensão da Dona Jô, ‘Vai Que Cola’ é um bom filme de humor, cumpre seu papel, mas poderia tentar centralizar melhor sua trama para que tanta informação não roube a função de algumas cenas e personagens. Afinal, quando uma obra de tv, que possui vários capítulos vai ao cinema, é preciso definir o tamanho de cada papel, e não colocar todo mundo lá querendo destacar cada um a cada 5 minutos. Mas, mesmo com essas falhas, ‘Vai Que Cola’ tem cenas que fazem você dar boas risadas e o total do filme faz você pensar que um segundo longa metragem para melhorar o que deixou a desejar no primeiro é uma boa ideia.

Share This:

Nauan Sousa

Jornalista, social media e fã de cultura pop. Não gosto de determinar, prefiro analisar. Gosto de palavras, séries, doce e cerveja. Provavelmente você não irá com minha cara logo de cara, mas se você me der 3 minutos e 10 segundos posso te convencer que o 'Sério, Nauan?' vale sua visualização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *