Entrevista: Image Maker Robson Fernandez fala sobre arte, rede social e sua atual tela: o Instagram

As redes sociais mudaram definitivamente as formas de comunicação, marketing, interação e expressão. E como arte é uma das mais genuínas formas de expressão, o mundo dos likes e compartilhamentos também modificou o cenário dessa manifestação estética e comunicativa.

Usando o Instagram como tela e a si mesmo como modelo, o estudante de Design de 23 anos, Robson Fernandez, encontrou em seu perfil @robsonfernandez um canal para a divulgação da sua criação. Com quase 700 seguidores, o cearense que se define como ‘Image Maker’ contou, em entrevista para o blog, quais suas inspirações e qual material que ele usa para chegar ao resultado final de suas obras.

Nauan:  Quando surgiu teu interesse pela arte?

Robson: Na infância/adolescência sempre fui de desenhar e pintar, tive contato com música e o teatro daí uma coisa foi levando a outra.

Nauan: Existiu alguém que te levou para esse caminho na infância ou você encontrou a arte sozinho?

Robson: Meus pais sempre me davam material de desenho quando eu era criança, porque sabiam que eu gostava. Sem querer eles me deram uma base pra encontrar meus meios de expressão.

Nauan: O que você cria no instagram é feito de que? Me refiro ao material. Nitidamente tem tintas, mas também existe uso de editores de imagem. Explica o que você usa para chegar ao resultado final.

Robson: A maioria das coisas que eu posto no instagram é produzida no meu quarto, que acaba sendo meu estúdio também. Eu tenho uma câmera “cyber shot” bem velhinha e uso de tudo, desde brinquedos que acendem até tinta guache e tecidos, daí uso Photoshop pra editar e pra criar coisas novas em cima das fotografias.

12166015_1547220612207623_543404416_n
“A arte já tem tomado um rumo que não é mais físico, acho que com esse grande “BOOM” das redes sociais e das possibilidades da internet, a arte tende a ser menos física ainda.”

Nauan: Como que você chegou à conclusão que o instagram poderia ser uma tela para o que você cria?

Robson: Minha relação com o instagram é muito nova. No início desse ano eu criei um perfil pra divulgar meus trabalhos de ilustração, acompanhando a página no facebook. Daí só agora há pouco tempo atrás resolvi usar minha conta pessoal também com uma proposta diferente. Eu gosto do instagram porque é rápido e tem um alcance internacional, além do layout ser interessante e ser uma rede social mais contemporânea, visto que o facebook já tá meio que em desuso.

Nauan: Você se considera um artista contemporâneo?

Robson: Então, isso é meio complicado. Eu me caracterizo lá no instagram como “Image maker” (criador de imagens?), acho que resume bem esse meio que eu me encaixo, entre arte e design e qualquer outra coisa, o importante é a imagem.

Nauan: Como que você vê a arte, algo tão clássico e presente em boa parte da história mundial, dentro da globalização e da popularização de redes sociais?

Robson: Outra coisa complicada. A arte já tem tomado um rumo que não é mais físico, acho que com esse grande “BOOM” das redes sociais e das possibilidades da internet, a arte tende a ser menos física ainda. Acredito que espaços como museus já são muito tradicionais. A gente tá vivendo o momento mais “online” da história né, então tudo é feito, pensado, articulado online.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nauan: O que te inspira na hora de criar suas fotos?

Robson: A maioria das vezes são coisas que envolvem relacionamentos, com outras pessoas ou com você mesmo. Outros dias eu fico testando texturas e vou encontrando imagens que acho bonitas. Eu na verdade preso muito mais pela experiência estética de quem vê do que pelo significado da coisa, acho até que a pessoa tem ideias muito diferentes das minhas em relação aos meus próprios trabalhos (risos). Isso é ótimo.

Nauan: Porque você se usa como modelo para sua arte? É como se você quisesse mostrar que você é parte do que você cria?

Robson: Eu me uso porque é mais fácil me auto-fotografar do que convidar modelos ou outras pessoas. Meu processo é meio solitário então eu trabalho com a minha figura porque é a que tenho mais próxima. A Frida Kahlo falava “pinto a mim mesma porque sou sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor”.

Nauan: Você acompanha outros artistas? Quais?

Robson: Eu sigo muitos artistas no instagram e na vida (risos), mas os que mais me enchem os olhos agora são a Cinta Vidal (@cinta_vidal) e o Conrad Roset (@conradroset).

Para acompanhar Robson Fernandez no instagram clique aqui.

Share This:

Nauan Sousa

Jornalista, social media e fã de cultura pop. Não gosto de determinar, prefiro analisar. Gosto de palavras, séries, doce e cerveja. Provavelmente você não irá com minha cara logo de cara, mas se você me der 3 minutos e 10 segundos posso te convencer que o 'Sério, Nauan?' vale sua visualização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.