Dia Internacional da Mulher | Ouça o que as cantoras pop tem a dizer sobre empoderamento feminino através de clipes

Hoje é o Dia Internacional da Mulher. Que tal usarmos a data pra entender e compartilhar que as mulheres precisam de direitos iguais aos homens todos os dias? No Brasil ainda é recorrente o abuso contra mulheres, agressões físicas, piadas que as desmerecem, atitudes que as desrespeitam e as diminuem, menor salário no mercado de trabalho e outras tantas atitudes e discursos entristecedores. Hoje é um dia de lembrar de que dia da mulher é todo dia e parabenizar a elas que estão aí, diariamente lutando pelo seu espaço, direitos e pela igualdade. Para embalar esse dia, vamos de lista pop?

Separamos 12 hits cantados por mulheres que são feministas, pra gente entrar no clima da data com a ciência de que é preciso ouvir as mulheres, é preciso representatividade e espaço de fala. Então, com vocês, as garotas da cultura pop.

 

1 – Beyoncé – Run the World

Nada melhor que começar com um hit que brinda a mulheres. Elas são fortes o suficiente para ganhar seus milhões, lidar com negócios, crianças e ainda podem construir uma nação.

 

 

2 – Karol Conka – Tombei

Com mais de 14 milhões de acessos, Karol Conka tomba todos os dias com esse clipão no Youtube. 3:28 de empoderamento.

 

3 – Respect – Aretha Franklin

A rainha do R&B e soul em 1965 usou a voz para pedir respeito em um relacionamento. Hino? Hino!

 

4 – Control – Janet Jackson

Ela tomou o controle e nunca vai parar. Janet Jackson cantou sua própria independência em ‘Control’. Ouve só!

 

5 – Confident – Demi Lovato

Falando em assumir o controle, Demi surgiu confiante em seu álbum ‘Confident’ e o clipe da faixa de mesmo nome mostrou como o sistema insiste em colocar uma mulher contra a outra, mas  juntas elas podem derrubar isso tudo.

 

 

6 – Wannabe – Spice Girls

“Se você quiser meu futuro, esqueça meu passado. Se quiser ficar comigo melhor ir rápido. Agora, não me faça perder o meu tempo precioso”. Abram alas para Spice Girls.

 

7 – Clarice Falcão – Survivor

Eu poderia colocar aqui a versão original de Survivor da Destiny’s Child, mas a versão da cantora Clarice Falcão trouxe um clipe muito representativo no Brasil. Clarice trouxe mulheres para fazerem o que quiserem com o batom vermelho, um símbolo quando se trata de empoderamento feminino, pois há muitos casos no país de homens que já mandaram suas namoradas e esposas tirarem o batom vermelho por não parecerem “de família”. O batom também representa o padrão de beleza com maquiagem, ou seja vai ter batom vermelho, sim, quando e se elas quiserem.

 

8 – Madonna – Express Yourself

Uma playlist feminista não pode faltar Madonna. não é? Ainda mais tendo um hino que diz “Expresse-se! Você tem que fazê-lo”.

 

9 – Simone, Simaria e Anitta – Loka

Ê SERTANEJO! Simone, Simaria e Anitta também estão por aqui por, recentemente, chamar a mulherada pra esquecer os homens que as fazem sofrer e irem curtir a vida. “Deixa esse cara de lado”.

 

10 – The Pussycat Dolls – I Don’t Need A Man

Falando em mulheres que independentes e que esqueceram os ex. Vamos para esse hit bem aqui…

 

11 – Fifth Harmony – BO$$

Elas são as chefes. Confiantes e cheias de mensagens de empoderamento. É melhor você respeitar!

 

12 – Mc Carol e Karol Conka – BO$$

Dobradinha de Carol’s e agora uma mensagem forte sobre o feminismo e o quanto é importante que as mulheres percebam que são fortes, independentes e podem ser o que quiserem.

 

13 – Pabllo Vittar e Rico Dalasam – Todo Dia

Ainda em terras brasileiras a drag Pabllo Vittar embalou o carnaval dizendo que não espera a data para ser vadia. Esse termo foi criado para ofender mulheres que não seguem os padrões da sociedade e agora resgatado para empoderamento, então vai ter vadia sim e não tem ninguém nada a ver com isso. Vai ter quebra de padrão, roupas como as mulheres quiserem usar e vai ter Pabllo linda entoando hit.

 

14 – Desconstruindo Amélia – Pitty

Pitty desconstruiu o padrão Amélia da música “Ai que saudade da Amélia” que diz que Amélia por não ter vaidade era mulher de verdade. Veja o resultado.

 

15 – Lily Allen – Hard Out Here

Para fechar a playlist Lily Allen caiu em cima da indústria machista que exige da mulher estética e bons costumes, na mesma linha da Pabllo, nossa Lily é bitch se ela quiser.

 

E agora um plus da deusa Cher falando sobre sua relação com homens…

 

Vale ressaltar que o feminismo não é para que as mulheres sejam melhores que os homens, mas na verdade, serve para que elas deixam de lado a sociedade que lhe coloca como dependente do homem. Ambos merecem direitos, salários, tratamentos iguais e que o Dia da Mulher não seja superficial com flores e bombons, quando na verdade as mulheres precisam de igualdade e isso não é um presente, é obrigação.

 

 

Share This:

Nauan Sousa

Jornalista, social media e fã de cultura pop. Não gosto de determinar, prefiro analisar. Gosto de palavras, séries, doce e cerveja. Provavelmente você não irá com minha cara logo de cara, mas se você me der 3 minutos e 10 segundos posso te convencer que o 'Sério, Nauan?' vale sua visualização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.